ARTIGOS

Você está em - Home - Artigos - Doppler das artérias uterinas e marcadores bioquímicos (PAPP-A, PIGF, sFlt-1, P-selectina, NGAL) a 11 + 0-13 + 6 semanas em predição de tardio (> 34 semanas), pré-eclâmpsia.

Doppler das artérias uterinas e marcadores bioquímicos (PAPP-A, PIGF, sFlt-1, P-selectina, NGAL) a 11 + 0-13 + 6 semanas em predição de tardio (> 34 semanas), pré-eclâmpsia.



OBJETIVO:
Para determinar o desempenho do rastreio para o final de pré-eclâmpsia (PE) por características maternas, da artéria uterina Doppler e um conjunto de marcadores bioquímicos em 11 + 0 a 13 + 6 semanas de gestação.
MÉTODOS:
Prospectivamente mulheres em 11 + 0-13 + 6 semanas. Características maternas, maior índice de pulsatilidade uta e soro biomarcadores placentários incluindo gravidez plasma-associated protein-A, factor de crescimento placentário, quinase semelhante a fms solúvel tirosina 1, P-selectina e gelatinase-associated lipocalina neutrófilos foram registrados.
RESULTADOS:
A taxa de PE foi de 2,5% (13/528). Quatro (0,8%) PE grave. Um modelo de triagem combinado que incluiu fator de crescimento placentário, quinase fms-like solúvel tirosina 1 e neutrófilos gelatinase-associated lipocalina poderia detectar 77% de PE em 10% taxa de falso-positivo. A média de risco de PE leve foi de 8,8% ± 6,4, a média de risco de PE grave foi de 38,6% ± 4,3. A média de risco para os controlos foi de 2% ± 4,1.
CONCLUSÃO:
Esta combinação de variáveis ​​bioquímicas materna no primeiro trimestre pode detectar um número consistente de PE tarde. Outros estudos sobre uma série nova e independente dos dados poderia confirmar os resultados apresentados.


Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed?term=Uterine%20artery%20Doppler%20and%20biochemical%20markers%20(PAPP%3AA%2C%20PIGF%E2%80%99%2C%20sFlt-1%2C%20P-selectin%2C%20NGAL)%20at%2011%20%2B%200%20to%2013%09%2B%206%20weeks%20in%20the%20prediction%20of%20late%20(%

VEJA TAMBÉM:

  • Riscos de desempenho ajustados: um método para melhorar a qualidade de desempenho do algoritmo, permitindo que todos possam jogar.
  • Duração do persistente fluxo anormal do ducto venoso e seu impacto sobre o resultado perinatal em restrição do crescimento fetal.


  • Texto Original



    OBJECTIVE:
    To determine the performance of screening for late pre-eclampsia (PE) by maternal characteristics, uterine artery Doppler and a set of biochemical markers at 11 + 0 to 13 + 6 weeks' gestation.
    METHODS:
    Prospectively enrolled women at 11 + 0 to 13 + 6 weeks. Maternal characteristics, highest UtA pulsatility index and serum placental biomarkers including pregnancy-associated plasma protein-A, placental growth factor, soluble fms-like tyrosine kinase 1, P-selectin and neutrophil gelatinase-associated lipocalin were recorded.
    RESULTS:
    The rate of PE was 2.5% (13/528). Four (0.8%) had severe PE. A combined screening model that included placental growth factor, soluble fms-like tyrosine kinase 1 and neutrophil gelatinase-associated lipocalin could detect 77% of PE at a 10% false-positive rate. Mean risk for mild PE was 8.8% ± 6.4, mean risk for severe PE was 38.6% ± 4.3. Mean risk for controls was 2% ± 4.1.
    CONCLUSION:
    This combination of maternal biochemical variables in the first trimester can detect a consistent number of late PE. Further studies on a new and independent series of data could confirm the presented results.


    VEJA TAMBÉM:

  • Avaliação do osso nasal fetal em 11-14 semanas de gestação por ultra-sonografia tridimensional.
  • Desempenho riscos ajustadas: um método para melhorar a qualidade do desempenho do algoritmo, permitindo tudo para jogar.